NET.mede - Relatório do 1.º trimestre 2020



Esta informação é propriedade de ANACOM

Sumário executivo

Testes no NET.mede

286 mil testes à velocidade dos acessos à Internet durante o 1T2020, sobretudo em acessos fixos

No 1T2020, foram realizados no NET.mede cerca de 286 mil testes à velocidade dos acessos à Internet, dos quais 75% realizados em acessos fixos nacionais de clientes residenciais e 17% em acessos móveis. Os restantes testes provieram de acessos identificados como não residenciais (7%), associados a operadores estrangeiros (0,1%) ou indefinidos (1%). Em média, foram efetuados 3144 testes por dia.

O número de testes aumentou neste trimestre (58%), resultado da contabilização dos testes efetuados através da app NET.mede, cuja nova versão foi lançada no final de 2019, e do crescente interesse demonstrado pelos utilizadores desde o início do estado de pandemia, decretado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) a 11 de março de 2020.

O final do dia tem sido o momento preferencial para a realização dos testes, seja em acessos fixos residenciais ou móveis, com maior incidência entre as 18 e as 22 horas.

A maioria dos concelhos de Portugal tem testes à velocidade associados

Entre os 308 concelhos de Portugal, 306 concelhos tiveram testes de velocidade associados através de acessos fixos residenciais e 286 através de acessos móveis.

As regiões da Área Metropolitana de Lisboa e Norte registaram o maior número de testes no caso dos acessos fixos, e as regiões Centro e Norte no caso dos acessos móveis.

Lisboa foi o concelho com o maior número de testes à velocidade no 1T2020, independentemente de se tratarem de acessos fixos residenciais ou de acessos móveis.

Resultados dos testes efetuados

Resultados dos acessos fixos residenciais mais elevados face aos móveis

Em metade dos testes (mediana) efetuados no NET.mede durante o 1T2020 apurou-se:

Resultados dos acessos fixos residenciais mais elevados face aos móveis.

 
49 Mbps ou mais nos acessos fixos residenciais e 7 Mbps ou mais nos acessos móveis.

23 Mbps ou mais nos acessos fixos residenciais e 5 Mbps ou mais nos acessos móveis.

 

Testes realizados em acessos fixos na Região Autónoma da Madeira com os melhores resultados medianos, seguida da Área Metropolitana de Lisboa e Centro

Nos acessos fixos, a Região Autónoma da Madeira apresentou os melhores resultados, quer se trate do download (83 Mbps), quer do upload (49 Mbps) medianos medidos, logo seguida da Área Metropolitana de Lisboa no download, com 66 Mbps, e da região Centro no upload, com 38 Mbps, apresentando o Algarve o valor mais baixo para ambos os parâmetros, com 37 Mbps e 16 Mbps.

Registaram-se 130 concelhos (42%, num total de 306 concelhos com testes associados) com um download mediano superior ou igual a 50 Mbps. Em termos de upload, 65 concelhos (21%) obtiveram um valor mediano igual ou superior a 50 Mbps. 

Testes realizados aos acessos móveis na Região Autónoma dos Açores e na Área Metropolitana de Lisboa com os melhores resultados de download mediano, apresentando o Algarve o valor mais baixo para o mesmo parâmetro

Nos acessos móveis, ao nível do download, a Região Autónoma dos Açores apresentou o melhor resultado mediano medido (10,3 Mbps), seguida da Área Metropolitana de Lisboa com 8,1 Mbps e o Algarve o mais baixo (5,6 Mbps). No upload, os resultados foram muito semelhantes entre as regiões.

Observaram-se 90 concelhos (32%, num total de 283 concelhos com testes associados) com um download mediano superior a 10 Mbps e 121 concelhos (43%) entre 5 Mbps e 10 Mbps. Em termos de upload, 24 concelhos (8%) apuraram um upload mediano superior a 10 Mbps e 69 concelhos (24%) entre 5 Mbps e 10 Mbps.

Acessos fixos residenciais

Tabela 1 – Resultados dos testes no 1T2020, por região NUTS II
(acessos fixos residenciais à Internet)

NUTS II

Total de testes

Download*

 (mediana) Mbps

Upload*

 (mediana) Mbps

Norte

25 375

53

29

Centro

18 838

55

38

A. M. Lisboa

31 190

66

23

Alentejo

4721

45

32

Algarve

3720

37

16

R.A. Açores

2133

61

20

R.A.Madeira

1283

83

49

 
Tabela 2 – Top5 dos concelhos com mais testes no 1T2020

(acessos fixos residenciais à Internet)

CONCELHO

Total de testes

Download*

(mediana) Mbps

Upload*

(mediana) Mbps

Lisboa

6682

58

22

Sintra

3303

54

22

Cascais

3024

129

97

Vila Nova de Gaia

2777

70

26

Oeiras

2363

52

24

Acessos móveis

Tabela 3 – Resultados dos testes no 1T2020, por região NUTS II
(acessos móveis à Internet)

NUTS II

Total de testes

Download*

(mediana) Mbps

Upload*

 (mediana) Mbps

Norte

5556

6,8

4,7

Centro

6781

7,3

4,6

A. M. Lisboa

4457

8,1

4,7

Alentejo

1635

6,8

4,4

Algarve

1908

5,6

4,5

R.A. Açores

90

10,3

4,3

R.A. Madeira

41

6,6

4,2

 
Tabela 4 – Top5 dos concelhos com mais testes no 1T2020

(acessos móveis à Internet)

CONCELHO

Total de testes

Download*

(mediana)Mbps

Upload*

 (mediana) Mbps

Lisboa

2086

9

5

Abrantes

836

11

8

Porto

783

14

9

Loulé

613

5

4

Sever do Vouga

538

6

5

Fonte: ANACOM, com base em dados do NET.mede (testes via browser, através de https://netmede.pthttps://netmede.pt/ e nos quais houve partilha de geolocalização, ou através da app, com indicação do concelho).
* Os resultados das velocidades excluem, no caso dos testes via browser, os testes efetuados através de browsers não recomendados.
Nota: Os resultados indicados por região não devem ser lidos dissociadamente do número de testes efetuados na mesma, porque um menor número de testes é mais sensível a resultados dos testes com valores extremos obtidos, sejam estes valores baixos ou elevados.